1ª Circular – X Encontro Regional de Ensino de Biologia RJ/ES

1ª Circular – X Encontro Regional de Ensino de Biologia RJ/ES

O Ensino de Ciências e Biologia entre reencontros e novos encontros: memórias, movimentos, mudanças
25, 26 e 27 de Julho de 2023
Faculdade de Formação de Professores da UERJ,
São Gonçalo, RJ

Caros/as filiados/as,
O X Encontro Regional de Ensino de Biologia RJ/ES é uma iniciativa da Diretoria e do Conselho Deliberativo da Regional 2 (RJ/ES) da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio) e acontecerá nos dias 25, 26 e 27 de julho de 2023 na cidade de São Gonçalo, RJ. Este evento quer promover o reencontro presencial entre professores, professoras, estudantes, pesquisadoras e pesquisadores nas escolas, nas universidades e nos eventos científicos, após o período de isolamento social devido à pandemia de Covid-19. Queremos celebrar também encontros entre práticas curriculares presentes no ensino de Ciências e Biologia, sejam as já tradicionalmente utilizadas, sejam as mais recentes, em parte motivadas pela necessidade de se reinventar o fazer curricular em tempos de distanciamento social. Um ajuntamento de fazeres e saberes entre as tradições do campo e as práticas possíveis durante o período pandêmico – adaptadas à modalidade de ensino remoto – e aquelas desenvolvidas nos reencontros nas salas de aula. Durante os últimos anos, muito foi inventado, reinventado e experimentado nas escolas, universidades e espaços de educação não-formal diante de novos e também já conhecidos desafios.

Leia a circular completa


Carta Aberta de Botânicos aos Brasileiros – Emergência Climática

Carta Aberta de Botânicos aos Brasileiros – Emergência Climática

Nós, botânicas e botânicos signatários deste documento, ficamos profundamente chocados com as declarações da ONU para mudanças climáticas informando que 85% dos países que assumiram compromisso de revisar e fortalecer seus planos climáticos na COP26, incluindo o Brasil, não o fizeram e, deste modo, não estão cumprindo as metas de redução de emissões de gases de efeito estufa. O relatório com os compromissos atualizados dos países signatários do Acordo de Paris foi publicado no dia 26 de outubro de 2022. Segundo Simon Stiell, secretário-executivo da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, o mundo ainda não está “nem perto da escala e do ritmo de redução de emissões necessários para nos colocar no caminho de um mundo de 1,5ºC”…

Leia +


Carta Aberta de Botânicos aos Brasileiros – Emergência Climática

Posicionamento contrário à militarização da FAETEC

A Regional 02 (RJ/ES) da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio) vem a público manifestar posicionamento contrário à militarização da FAETEC a partir da implantação do Programa das Escolas Técnicas Cívico Militares do Rio de Janeiro em suas unidades, conforme decreto 48.003 de 23 de março de 2022.

Leia o posicionamento da Regional 2

A Regional 02 (RJ/ES) da Associação Brasileira de Ensino de Biologia (SBEnBio) vem a público manifestar posicionamento contrário à militarização da FAETEC a partir da implantação do Programa das Escolas Técnicas Cívico Militares do Rio de Janeiro em suas unidades, conforme decreto 48.003 de 23 de março de 2022.

Responsável pela implementação da política de Educação Profissional e Tecnológica pública, gratuita e de qualidade no estado do Rio de Janeiro, a Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC), vinculada à Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, atende a cerca de 50 mil alunos por ano em 119 unidades de ensino, que somam a oferta no Ensino Técnico de Nível Médio, na Formação Inicial e Continuada/Qualificação Profissional e na Educação Superior. A FAETEC está em todas as regiões do Estado do Rio de Janeiro, apostando no potencial econômico dos municípios fluminenses. Ao todo, 59 municípios contam com a presença da Fundação através de oportunidades em diversos segmentos de ensino.

Apesar da qualidade dos serviços que presta à população, a Rede FAETEC vem sendo sistematicamente atingida por cortes de verbas e defasagem de salários de seus docentes. Ao invés de investir na melhoria das condições de trabalho e salariais, o governo do estado investe na militarização da rede via decreto sem consultar os maiores interessados, quais sejam, seu corpo docente e discente. As escolas cívico-militares delegam a militares, e não a educadores/as, sua gestão e administração, instituindo princípios baseados na disciplina e na obediência rígida a regras criadas para formar militares. A militarização de escolas públicas é um projeto de governos anti- democráticos que não se coaduna com uma educação laica, inclusiva, democrática e emancipatória, base de uma sociedade que busca a superação das suas desigualdades sociais e educacionais.

Como Associação, acreditamos que estes são os princípios que devem conduzir as escolas públicas, entre elas as ligadas à FAETEC, sendo portanto direito do seu corpo docente e discente manifestar publicamente a discordância com o modelo imposto por este decreto, sem prévia discussão com as partes. Neste sentido, nos colocamos ao lado dos profissionais e estudantes que repudiam a atitude tomada pelo governo do estado do Rio de Janeiro.

RJ, 28/3/2022

Diretoria da Regional 02 RJ/ES e Conselho Deliberativo.

Sbenbio Regional 2 Lança Livro sobre IX Encontro Regional de Ensino de Biologia RJ/ES!

Sbenbio Regional 2 Lança Livro sobre IX Encontro Regional de Ensino de Biologia RJ/ES!

Esperança é tudo o que mais precisamos para seguir. Praticar é uma forma de materializar, vivificar coisas. Animados por esse sentimento-ação professores-pesquisadores do Brasil e da Colômbia, congregados em um grande evento, contam, pensam, criam e experimentam formas de seguir na vida docente e no ensino da Biologia praticando o verbo esperançar. Falam de uma alquimia da esperança feita de ações, experimentações, vibrações que movimentam ideias e ideais políticos e sociais. Corporificam e dão espessura a práticas que sacodem a formação docente e as formas de lidar com o ambiente, com a ciência, o currículo, a escola e tantos outros espações que contemporaneamente educam produzindo subjetividades. Mais do que um livro os 19 textos aqui reunidos produzem um encontro plural com os desafios que se fazem presentes no cotidiano de quem continuamente aprende-ensina sobre/com a vida e os viventes.

Sílvia Chaves & Sandra Bastos

Foi lançado o livro resultante dos debates do IX Encontro Regional de Ensino de Biologia RJ/ES! intitulado “Construindo práticas de esperança no ensino de Ciências e Biologia” reunidos por MARIA M. P. L GOMES, CECÍLIA S. OLIVEIRA/ KARINE O. B. FERNANDES, RODRIGO C. N. BORBA, ele pode ser adquirido pela diretamente pelo site da Editora Livraria da Física, onde integra a Coleção Ensino de Biologia! Mais do que nunca é hora de esperançar!

Acesse aqui o website da editora